18 Junho > 16 Julho

Ruca Bourbon

Antroid  | Algumas peças do gabinete de curiosidades do Dr. Urânio

 
 

“A Galinhazita desenvolvia-se cada vez mais e vinha a desenvolver-se há décadas. Desde o ínicio, em que
era um simples pedaço de tecido de coração, que não fazia outra coisa se não crescer contra um corpo
estranho, envolvendo-o. Não fazia outra coisa se não crescer e encher a abóbada de betão onde se
encontrava, comprimindo as células, rompendo-as. Desde que fosse alimentada continuava a crescer.”
Os Mercadores do Espaço, Frederick Pohl and C.m. Kornbluth, 1953

 

“Há um consumo atual da nova máquina, um prazer que podemos qualificar de auto-erótico, ou antes, de
automático, onde se celebra uma nova aliança, um novo nascimento, num extâse dislumbrante, como se o
erotismo maquinal libertasse outros poderes ilimitados.”
O Anti-Édipo, Gilles Deleuze & Félix Guattari

 

Antroid é um híbrido hipotético mistura de humano, símio e máquina. Criado para se adaptar aos
precalços da vida contêmporanea ( democracias modernas e capitalismo na sua essência ) através
da mutação genética, espécie inventada para viver o sedentarismo de uma gruta cancerisnamente
electrônica e telematizada.
Nesta exposição podemos observar os vários estados desta experiência: Um ser embalsamado,
taxidermia do resíduo obsoleto que dá vida através do coser e da manipulação a uma fantástica
criatura do novo mundo; uma caixa de som que reproduz os grunhidos amplificados
electrônicamente de um mecanismo de produção de uma fonologia invulgar; o feto em formol,
uma das muitas formações vindas dos labirintos cromossomáticos de experimentação mutante;
imagens das experiências impossíveís concretizadas com montagem manual; e um jogo de
computador que representa a transformação do organismo ( carne cerebrizada ) em ícone digital,
celebridade artificial de agentes-software de informação.

.……………………………………

Ruca Buorbon

Licenciatura no Curso de Artes Plásticas/Pintura da Faculdade de Belas Artes do Porto em 2003.
………………………………………
2010 – Comemoração dos 10 anos da editora MMMNNNRRRG. Sessão de VJing, Maus Hábitos, Porto
2009 – Cidades mortas, habitantes biónicos, máquinas celibatárias e sua apropriação – Exposição Individual
– Apontamentos de um Máquinista Paranôico – CD-R Animação Digital. Espaço Musas, Porto
2007 – Y El Hambre Y Los Ciegos. Ilustrações do livro de Héctor Arnau, Valência
2006 – hirudroid.blogspot.com . Um dos fundadores do blog
– Sporting New World . Realização colectiva do filme passado no bar Sporting , Porto.
2004 – Electro-Mártir. Realização colectiva de filme de animação digital no curso de web-design do IPFEL
– Espaço Kurtilandia. Concepção e realização de mural num armazém de diversão infantil com 400 m2
2003- Final Explosion City . Apresentação do website no ciberespaço
– Cooperativa Cultural “O Virgem Negra”. Desenvolvimento de trabalho de investigação sobre
Psicogeografia enquanto porteiro da Cooperativa
2002 – Feira do Livro do Escárnio. Organização, Sala de Estudo da Faculdade de Belas Artes do Porto
– Boa Esperança. Exposição colectiva nesta tasca nocturna da Avenida Rodrigues de Freitas
2001 – Os sapatos morrem e os cordéis ficam… Exposição colectiva, Centro de Arte de S.João da Madeira
– Recordações da Casa Amarela . Exposição colectiva baseada no filme de João César Monteiro
2000 – Odes 3. Exposição colectiva, Oliveira de Azeméis
1999 – Molde Bicudo, Womskel, Escorbuto Gentil e Tosse Peluda. Exposição colectiva, Póvoa de Varzim,


About this entry